António Barros

António Barros (Funchal, 1953) estudou na Universidade de Coimbra e na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Barcelona. Durante as décadas de 1970 e 1980 organizou diversas exposições, encontros e ciclos de performance no Círculo de Belas-Artes de Coimbra.

A obra de António Barros está fortemente ligada à poesia visual e experimental. Em 1980 participou na exposição “Po-Ex”, na então existente Galeria Nacional de Arte Moderna em Lisboa e, em 1984, colaborou na publicação de Poemografias: Perspectivas da Poesia Visual Portuguesa, que esteve na génese da 1ª Bienal de Poesia Visual, que aconteceu no México, em 1985. Ao tratamento plástico da linguagem, Barros alia a exploração poética e metafórica dos objetos, criando poemas-objeto com forte sentido crítico, ironia e irreverência. António Barros foi um dos artistas representados na exposição “PO-EX”, organizada e apresentada no Museu de Serralves em 1999.