António Dacosta

Nasceu em Angra do Heroísmo, em 1914, Portugal, tendo vindo a falecer em 1990. Mais conhecido por António Dacosta, foi um poeta, crítico de arte e pintor português.
A sua obra pictórica é constituída por duas fases distintas. Entre 1939 e 1948 trabalha essencialmente dentro de um idioma surrealista, afirmando-se como uma figura de referência do movimento em Portugal. Muda-se para Paris, onde fixa residência a partir de 1947. Segue-se uma paragem de 30 anos em que interrompe quase por completo a prática artística, dedicando-se à crítica de arte.
Retoma a pintura de forma consistente em 1970. A partir daí e até à data da sua morte realizou um conjunto de obras diversas, identicamente notáveis. Foi Prémio Aquisição Pintura na V Bienal Internacional de Arte de Cerveira (1986).